Anahp | Área Restrita

Equipes do hospital Madre Teresa realizam procedimento inédito em Minas Gerais

Sempre na vanguarda da tecnologia e do aperfeiçoamento de técnicas que visam garantir o melhor tratamento para os pacientes, o Hospital Madre Teresa realizou neste sábado (11/11), pela primeira vez em Minas Gerais, um procedimento minimamente invasivo e integrado para remoção de tumores e metástases. Conhecida como ablação por radiofrequência de nódulos hepáticos e pulmonares, a técnica é usada para o tratamento de nódulos metastáticos no fígado e pulmão.

De forma inédita no estado, as equipes dos Serviços de Cirurgia Torácica e de Radiologia Intervencionista do HMT, representados pelo cirurgião torácico Dr. Leonardo Brand e os radiologistas Dr. Marcelo Sanches e Dr. Rogério Augusto da Silva, trabalharam de forma multidisciplinar para a remoção de tumores no fígado e pulmão, proporcionando ao paciente o mínimo de estresse cirúrgico e melhor prognóstico pós-operatório.

Este é um procedimento é de alta complexidade e que possibilita a concomitância do tratamento para lesões hepáticas (fígado), pulmonares e de outros órgãos durante o mesmo tempo cirúrgico. A ablação é feita por ondas de rádio de alta energia e a inserção de uma sonda que passa pela pele e alcança o tumor. O equipamento é guiado por guiado por ultrassom ou tomografia computadorizada e uma corrente elétrica de frequência controlada é transmitida através da sonda, aquecendo o tumor e destruindo as células cancerígenas.