Anahp | Área Restrita

BP Mirante implanta Núcleo de Bem-estar e Terapias Integrativas e amplia possibilidades de tratamento

Aumentar as possibilidades de melhora do estado de saúde do cliente agregando ao atendimento terapias focadas na saúde física, mental e espiritual sem vínculo com religiões. É com essa proposta que o BP Mirante, unidade hospitalar premium da BP - A Beneficência Portuguesa de São Paulo, acaba de inaugurar o Núcleo de Bem-Estar e Terapias Integrativas, um espaço que amplia o escopo de benefícios aos clientes da instituição.

Instalado em uma área de 300 m2 no 1º andar da torre 7, o núcleo conta com três consultórios, duas salas de massoterapia e acupuntura e uma sala multifuncional onde serão oferecidas terapias multidisciplinares como acupuntura, quiropraxia, reflexoterapia, pilates, meditação, reiki, ayurveda, midfulness e terapia miofascial. O local também possui um restaurante orgânico com um cardápio alinhado à filosofia de vida saudável. “Pensamos até nisso devido a importância da alimentação no contexto do nosso trabalho”, comenta Liaw Chao, médico especialista em Práticas Integrativas e um dos coordenadores do serviço.

O médico enfatiza que o objetivo do núcleo é melhorar a resposta de recuperação do cliente sem interferir no tratamento principal. “Se o cliente tem indicação de uma cirurgia é porque ele necessita realizá-la e ela não pode ser substituída por outro procedimento. O que vamos fazer é integrar outras ações que efetivamente auxiliem na recuperação dele após a cirurgia”, explica o profissional.

Para garantir o entrosamento entre a equipe responsável pelo tratamento principal e o time de profissionais que realizarão as terapias, o Núcleo de Bem-estar e Terapias Integrativas do BP Mirante conta com duas interfaces médicas: o cirurgião do aparelho digestivo Liaw Chao e o endocrinologista Filippo Pedrinola. Eles serão responsáveis pela comunicação e planejamento do atendimento que será realizado no núcleo. “Utilizamos nosso conhecimento médico para entender o quadro clínico do cliente e, a partir disso, planejar e definir um protocolo de atendimento fundamentado em evidencias clínicas e validados pela equipe médica do BP Mirante”, explica Chao.

Além de agregar novas possibilidades para os clientes internados e em tratamento, o núcleo também está aberto para pessoas que queiram adotar as terapias integrativas para elevar sua qualidade de vida. Os clientes que procurarem diretamente o serviço terão à disposição atendimento individualizado e também podem participar de atividades em grupo como oficinas de movimento, palestras e grupos de conscientização, todos com foco na promoção de saúde. “Uma das nossas metas é ajudar as pessoas a conseguirem adotar um estilo de vida mais saudável”, finaliza o especialista.

Conceito de práticas integrativas

Há cerca de 20 anos o uso de terapias para tratamento de problemas de saúde tornou-se comum e o termo terapias alternativas passou a ser adotado para se referir a esse conjunto de iniciativas. Porém, com o passar do tempo, as pessoas passaram a substituir os tratamentos médicos por essas terapias e foi necessário, então, adotar o conceito de terapias complementares, em que os clientes eram orientados a continuar o tratamento principal, adotando terapias complementares para contribuir para a recuperação plena. O conceito de práticas integrativas ou terapias integrativas é uma evolução das terapias complementares. Nele, a conduta do tratamento médico principal é mantida e outras técnicas, baseadas em evidências científicas e com efetividade comprovada, são incorporadas ao tratamento. Essas terapias buscam o equilíbrio entre os aspectos físico, mental e espiritual (sob o ponto de vista do indivíduo e não de religiões).